Pular para o conteúdo principal

Postagens mais visitadas deste blog

A FARSA DO PREÇO DA GASOLINA

Os governos são os grandes responsáveis pelo freio no nosso desenvolvimento, considerando que eles são os grandes controladores de preços dos serviços públicos e aumentam tudo muito além da inflação, além de serem os grandes controladores do valor do dólar. Mas, recentemente li uma reportagem citando que o preço da gasolina no Brasil é o valor da média mundial e que a nossa posição é a 77º em relação ao preço.   Provavelmente o objetivo foi acalmar o ânimo de nós consumidores com uma informação subliminar: “vocês estão reclamando sem razão”.   Como trabalho com bioestatística posso afirmar que os números não mentem, mas enrolam.   Quando falamos em preço da gasolina temos que comparar também as características do país e os salários pagos aos cidadãos. Primeiro ponto a ser analisado: O Brasil faz parte do seleto grupo de países exportadores de petróleo, e dentre eles temos a gasolina mais cara.   No Brasil a gasolina vale US$1,18, enquanto no Kwait vale US$ 0,35, na Aráb

Minas Gerais, a prostituta da mineração

O nome do nosso Estado, Minas Gerais, tem um significado histórico: terra rica em minérios e de todos os tipos: ouro, prata, diamantes, rochas calcárias e fosfato para agricultura, os granitos mais bonitos do planeta para a construção civil e minério de ferro em abundância. O município de Teófilo Otoni no Vale do Mucuri por exemplo, é considerado a capital mundial das pedras preciosas. Esta abundância de riquezas minerais atraiu a ganância da coroa portuguesa por séculos durante o período colonial. O tempo passou, as tecnologias de exploração foram evoluindo, novos minerais e locais de mineração foram descobertos atraindo agora a atenção das empresas privadas do Brasil e do mundo, infinitamente mais gananciosas que a coroa portuguesa de séculos atrás. Cursos de água são desviados, lençóis freáticos e artesianos destruídos para uso na extração do minério e transporte pelos mineriodutos. O que sobra do processo, o que não é pouco, é descartado em barragens de rejeitos com deze

AS ABELHAS ESTÃO SENDO DROGADAS PELOS AGROTÓXICOS

As abelhas são insetos que vivem em sociedades extremamente organizadas, produzindo uma série de substâncias muito utilizadas pelo homem como a cera, a própolis e o principal: o mel. As abelhas coletam o néctar das flores e armazenam em uma estrutura do seu corpo chamada vesícula.   Na colmeia, elas produzem algumas enzimas que reagem com o néctar produzindo a glicose e a frutose, açucares do mel como conhecemos. São milhões de flores visitadas diariamente pelas milhares de abelhas operárias que vivem em uma colmeia. As abelhas atuam em um raio de ação muito grande em busca do néctar, atingindo distâncias que podem superar os três quilômetros de distância da colmeia. Mas esta grande capacidade das abelhas em recolher néctar, fato de extrema importância no potencial de produção de mel, está se tornando um grande problema. Um estudo realizado na Suíça com 198 amostras de mel de todos os continentes indicou a presença de agrotóxicos a base de nicotina em 75% delas, incluindo amos