Pular para o conteúdo principal

AS ABELHAS ESTÃO SENDO DROGADAS PELOS AGROTÓXICOS





Imagem relacionada

As abelhas são insetos que vivem em sociedades extremamente organizadas, produzindo uma série de substâncias muito utilizadas pelo homem como a cera, a própolis e o principal: o mel. As abelhas coletam o néctar das flores e armazenam em uma estrutura do seu corpo chamada vesícula.  Na colmeia, elas produzem algumas enzimas que reagem com o néctar produzindo a glicose e a frutose, açucares do mel como conhecemos. São milhões de flores visitadas diariamente pelas milhares de abelhas operárias que vivem em uma colmeia. As abelhas atuam em um raio de ação muito grande em busca do néctar, atingindo distâncias que podem superar os três quilômetros de distância da colmeia. Mas esta grande capacidade das abelhas em recolher néctar, fato de extrema importância no potencial de produção de mel, está se tornando um grande problema. Um estudo realizado na Suíça com 198 amostras de mel de todos os continentes indicou a presença de agrotóxicos a base de nicotina em 75% delas, incluindo amostras de mel coletadas no Brasil. Apesar destes dados assustadores, todas as amostras de mel apresentaram níveis destes agrotóxicos muito abaixo dos limites permitidos, segundo a legislação europeia. Aproximadamente 10% das amostras de mel apresentaram de quatro a cinco tipos diferentes de neocotinóides. As amostras de mel com as maiores concentrações deste grupo de agrotóxico foram coletadas na Europa, América do Norte e Ásia.
Mas, o quadro mais preocupante é com o inseto. Em várias partes do planeta, a população das abelhas está reduzindo devido principalmente ao uso indiscriminado dos agrotóxicos, comprometendo não apenas a produção de mel  mas também a polinização de grande parte das espécies vegetais. Para piorar a situação, um outro estudo realizado no Reino Unido indicou que as abelhas que estão sobrevivendo estão ficando viciadas e dependentes deste agrotóxico, assim como a nicotina vicia pessoas fumantes, atuando nos receptores nervosos dos insetos. Com isto, as abelhas estão procurando exatamente as flores contaminadas por estes agrotóxicos.
 Estamos alterando de forma drástica o padrão natural dos seres vivos, e o pior: não temos a mínima ideia da grande maioria das alterações  que causamos no meio ambiente  e na vida social destes insetos. Precisamos de estudos e pesquisas constantes nestas caracterizações para sabermos como agir em face a este grande dano ambiental.




Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A FARSA DO PREÇO DA GASOLINA

Minas Gerais, a prostituta da mineração